Justiça nega Habeas Corpus a juiz aposentado que atirou no irmão, em Imperatriz (MA)

A justiça decidiu negar o recurso depois que as investigações apontaram que crime foi premeditado por Erivelton

Imagem: arquivo/TV Difusora Sul

A Tribunal de Justiça do Maranhão  negou o pedido de Habeas Corpus do juiz aposentado,Erivelton Cabral,  acusado de tentar matar o seu próprio irmão, no último dia 17 de setembro, no Yate Clube , na cidade de Imperatriz (MA).

Com a decisão Erivelton Cabral segue preso. Ele foi preso previamente um dia após a tentativa de homicídio que foi registrada pelas câmeras de segurança do local. Depois da prisão vários áudios em que ele ameaça o irmão  e várias autoridades , viralizaram nas  redes sociais.

A justiça decidiu negar o recurso depois que as investigações apontaram que crime foi premeditado por Erivelton . Outro homem, um taxista, é acusado de ter ajudado ele  na tentativa de homicídio.

 A polícia acredita que o principal motivo do crime seria a disputa de herança pelos dois irmãos. Inclusive as investigações dão conta de  Erivelton já vinha ameaçando seu irmão desde o início do ano, época em que ele foi preso por porte ilegal de armas.

O juiz aposentado já foi delegado de Polícia Civil em Imperatriz, Procurador do Estado do Maranhão e juiz no estado do Tocantins. Ele se aposentou no início deste ano, mas já se envolveu em várias ocorrências policiais.

 

 


Warning: A non-numeric value encountered in /home1/folha601/public_html/folhadoma.com/wp-content/themes/Newspaper/includes/wp_booster/td_block.php on line 1008

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here